Como melhorar o inglês no intercâmbio

blog inglês

Há várias dicas para melhorar o inglês na viagem de intercâmbio. Evitar pessoas que falem o mesmo idioma que você, fazer amigos estrangeiros e falar o máximo que puder em inglês. Algumas dicas podem ajudar!

– é bom saber pelo menos o básico antes de viajar. O intercâmbio melhora a pronúncia, o entendimento e amplia o vocabulário, mas se você souber um pouco, vai ajudar. Se souber mais o salto é ainda maior;

– faça amizade com estrangeiros. Além de conhecer novos costumes e culturas, é uma oportunidade de praticar o inglês;

– não tenha vergonha de falar. Mesmo que seu inglês não seja muito bom, tente;

– assista filmes, ouça música e leia em inglês, isso ajuda muito;

– tente conhecer o máximo de coisas e lugares possíveis. É uma chance de ganhar mais conhecimento.

Baixe nossos e-books gratuitos AQUI




Nível de inglês necessário para fazer intercâmbio

Fazer intercâmbio no exterior é uma ótima oportunidade para conhecer outra cultura, fazer novas amizades, conhecer novos lugares e viajar pelo mundo. Mas, muitos estudantes têm a seguinte dúvida: é preciso saber falar inglês para fazer intercâmbio? Não! Ter algum conhecimento pode ajudar, mas não precisa ser fluente. Um dos maiores atrativos do intercâmbio é aprender uma nova língua.

Para fazer intercâmbio precisa falar inglês?

Uma das línguas mais procuradas para quem quer fazer intercâmbio é o inglês. Os destinos mais desejados são os EUA, Inglaterra e Austrália, países que ficam em diferentes continentes, mas tem uma ótima qualidade de vida.

O intercâmbio coloca o estudante para conhecer a cultura de outro país todos os dias, aprendendo assim o idioma local.

Existe intercâmbio para quem não fala inglês e intercâmbio para iniciantes no idioma.

Porém, vários estudantes têm duvida em relação ao nível de inglês para fazer intercâmbio. Pode-se classificar o conhecimento em outra língua em quatro níveis: básico, intermediário, avançado e fluente.

As escolas de idiomas separam os alunos de acordo com o nível de conhecimento deles. Então, você não precisa saber inglês para fazer intercâmbio, pois será incluído em uma turma de mesmo nível que você.

Conheça nossa promoção do Peixe Urbano e Groupon AQUI




Os níveis de inglês

Básico

O aluno desse nível tem pouco conhecimento da língua, sabe algumas palavras, mas não tem boa escrita e leitura.

Intermediário

O aluno intermediário tem escrita e leitura regular, e um pouco de conversação.

Avançado

O aluno avançado tem boa escrita e leitura, compreende a conversação e consegue se comunicar sem muita dificuldade.

Fluente

O fluente tem completo domínio do idioma. Consegue escrever, ler e falar sem dificuldade.

Qual o nível ideal de inglês para fazer intercâmbio?

O nível ideal depende do objetivo que você tiver com o intercâmbio.

Quem pretende viajar para fazer uma especialização precisa de um bom conhecimento do idioma. Já quem tem o intuito de aprender a língua pode ter os diferentes níveis de inglês.

Quem tem nível básico vai aprender na escola e poder praticar nas situações do cotidiano. Quem tem nível intermediário ou avançado tem como aperfeiçoar a fluência na escola e na convivência com pessoas nativas do país.

É importante que no primeiro dia de aula o estudante faça uma prova para avaliar o nível de conhecimento. De acordo com o resultado, será direcionado para a turma mais adequada.

Para aprender o máximo durante o intercambio, é recomendando que o estudante aproveite a oportunidade para conviver com pessoas que falem fluentemente o idioma. Quanto mais falar e praticar, maior será o aprendizado.

Melhores países para fazer intercâmbio de inglês

É difícil dizer qual o melhor país para fazer intercambio de inglês, já que o idioma é falado em muitos países, tendo assim varias opções para escolher.

Como o inglês é o idioma internacional, os países que falam essa língua têm ótimas escolas para receber estrangeiros que queiram aprender o idioma por meio de um intercâmbio.

Vamos listar algumas opções.

Estados unidos

Os Estados Unidos têm um inglês no qual estamos mais habituados a escutar no Brasil pela influência da indústria cultural do cinema, séries e pela própria indústria da internet e eletrônicos. A maioria das escolas usa o inglês americano em suas metodologias de ensino. Por esse motivo, acaba sendo mais fácil o entendimento inicial e o seu uso posterior em trabalhos e estudos, já que o fluxo de trabalho e estudo entre nossos países é o maior dentre os países de língua inglesa e quiçá entre todos os outros países do globo.

Dentre as cidades americanas destaca-se a Meca do entretenimento, Los Angeles, com várias atividades culturais como a Disneylândia, o primeiro parque do grupo, as praias e os polos cinematográficos.

Canadá

O Canadá é um país bilíngue, então depois de aprender o inglês você pode também aprender o francês, língua oficial do país. Em relação à segurança, o país tem uma das mais baixas taxas de crimes com morte, acidentes de carro e desastres naturais do mundo. Belas paisagens você também vai encontrar, como por exemplo, as cataratas do Niágara e a Aurora Boreal. No quesito diversão, há mais de 200 festivais por ano, e os custos no Canadá são mais baixos em relação a outros países.

Nova Zelândia

Para quem quiser ficar até três meses no país, não é necessário visto. Quem faz algum curso de idioma longo por lá, pode até trabalhar. Dá pra conhecer vulcões, montanhas cobertas de neve, praias e muito mais.

Inglaterra

A Inglaterra tem história, cultura, qualidade de vida, facilidade para conhecer outros países e estudar inglês onde a língua nasceu.

Austrália

Na Austrália você pode trabalhar com visto de estudante, o país tem várias atrações naturais, várias praias, o transporte público é excelente, as escolas são ótimas e faz sol o ano todo.

São varias opções para fazer um intercambio de inglês, basta escolher a que mais te agrada.

Conheça o programa de intercâmbio mais legal do mundo:

https://youtu.be/orWyUKPmMPI




Veja Também:

Tabela Fonética do inglês

Intercâmbio com desconto

Canal no YouTube

Francês para viagem

Italiano para viagem

Inglês para viagem

Espanhol para viagem

Diárias em Orlando por U$ 39,29 por família

Quer trabalhar no Canadá? Veja as carreiras mais valorizadas

Empresas na Itália buscam profissionais fluentes em português

Québec (Canadá) busca brasileiros para trabalhar

Melhores países para fazer intercâmbio de inglês

LA

É difícil dizer qual o melhor país para fazer intercambio de inglês, já que o idioma é falado em muitos países, tendo assim varias opções para escolher.

Como o inglês é o idioma internacional, os países que falam essa língua têm ótimas escolas para receber estrangeiros que queiram aprender o idioma por meio de um intercâmbio.

Vamos listar algumas opções.

Baixe nossos e-books gratuitos AQUI



Estados unidos

Os Estados Unidos têm um inglês no qual estamos mais habituados a escutar no Brasil pela influência da indústria cultural do cinema, séries e pela própria indústria da internet e eletrônicos. A maioria das escolas usa o inglês americano em suas metodologias de ensino. Por esse motivo, acaba sendo mais fácil o entendimento inicial e o seu uso posterior em trabalhos e estudos, já que o fluxo de trabalho e estudo entre nossos países é o maior dentre os países de língua inglesa e quiçá entre todos os outros países do globo.

Dentre as cidades americanas destaca-se a Meca do entretenimento, Los Angeles, com várias atividades culturais como a Disneylândia, o primeiro parque do grupo, as praias e os polos cinematográficos.

Conheça nossa promoção do Peixe Urbano e Groupon AQUI



Canadá

– o Canadá é um país bilíngue, então depois de aprender o inglês você pode também aprender o francês, língua oficial do país;

– em relação à segurança, o Canadá tem uma das mais baixas taxas de crimes com morte, acidentes de carro e desastres naturais do mundo;

– belas paisagens você também vai encontrar, como por exemplo, as cataratas do Niágara e a Aurora Boreal;

– no quesito diversão, há mais de 200 festivais por ano, e os custos no Canadá são mais baixos em relação a outros países.

Nova Zelândia

– para quem quiser ficar até três meses no país, não é necessário visto;

– quem faz algum curso de idioma longo por lá, pode até trabalhar;

– dá pra conhecer vulcões, montanhas cobertas de neve, praias e muito mais.

Inglaterra

A Inglaterra tem história, cultura, qualidade de vida, facilidade para conhecer outros países e estudar inglês onde a língua nasceu.

Austrália

Na Austrália você pode trabalhar com visto de estudante, o país tem várias atrações naturais, várias praias, o transporte público é excelente, as escolas são ótimas e faz sol o ano todo.

São varias opções para fazer um intercambio de inglês, basta escolher a que mais te agrada.


Conheça nossa parceria em Câmbio AQUI

Como melhorar o inglês no intercâmbio

Há várias dicas para melhorar o inglês na viagem de intercâmbio. Evitar pessoas que falem o mesmo idioma que você, fazer amigos estrangeiros e falar o máximo que puder em inglês. Algumas dicas podem ajudar!

– é bom saber pelo menos o básico antes de viajar. O intercâmbio melhora a pronúncia, o entendimento e amplia o vocabulário, mas se você souber um pouco, vai ajudar. Se souber mais o salto é ainda maior;

– faça amizade com estrangeiros. Além de conhecer novos costumes e culturas, é uma oportunidade de praticar o inglês;

– não tenha vergonha de falar. Mesmo que seu inglês não seja muito bom, tente;

– assista filmes, ouça música e leia em inglês, isso ajuda muito;

– tente conhecer o máximo de coisas e lugares possíveis. É uma chance de ganhar mais conhecimento.

Nível de inglês necessário para fazer intercâmbio

Fazer intercâmbio no exterior é uma ótima oportunidade para conhecer outra cultura, fazer novas amizades, conhecer novos lugares e viajar pelo mundo. Mas, muitos estudantes têm a seguinte dúvida: é preciso saber falar inglês para fazer intercâmbio? Não! Ter algum conhecimento pode ajudar, mas não precisa ser fluente. Um dos maiores atrativos do intercâmbio é aprender uma nova língua.

Para fazer intercâmbio precisa falar inglês?

Uma das línguas mais procuradas para quem quer fazer intercâmbio é o inglês. Os destinos mais desejados são os EUA, Inglaterra e Austrália, países que ficam em diferentes continentes, mas tem uma ótima qualidade de vida.

O intercâmbio coloca o estudante para conhecer a cultura de outro país todos os dias, aprendendo assim o idioma local.

Existe intercâmbio para quem não fala inglês e intercâmbio para iniciantes no idioma.

Porém, vários estudantes têm duvida em relação ao nível de inglês para fazer intercâmbio. Pode-se classificar o conhecimento em outra língua em quatro níveis: básico, intermediário, avançado e fluente.

As escolas de idiomas separam os alunos de acordo com o nível de conhecimento deles. Então, você não precisa saber inglês para fazer intercâmbio, pois será incluído em uma turma de mesmo nível que você.

Os níveis de inglês

Básico

O aluno desse nível tem pouco conhecimento da língua, sabe algumas palavras, mas não tem boa escrita e leitura.

Intermediário

O aluno intermediário tem escrita e leitura regular, e um pouco de conversação.

Avançado

O aluno avançado tem boa escrita e leitura, compreende a conversação e consegue se comunicar sem muita dificuldade.

Fluente

O fluente tem completo domínio do idioma. Consegue escrever, ler e falar sem dificuldade.

Qual o nível ideal de inglês para fazer intercâmbio?

O nível ideal depende do objetivo que você tiver com o intercâmbio.

Quem pretende viajar para fazer uma especialização precisa de um bom conhecimento do idioma. Já quem tem o intuito de aprender a língua pode ter os diferentes níveis de inglês.

Quem tem nível básico vai aprender na escola e poder praticar nas situações do cotidiano. Quem tem nível intermediário ou avançado tem como aperfeiçoar a fluência na escola e na convivência com pessoas nativas do país.

É importante que no primeiro dia de aula o estudante faça uma prova para avaliar o nível de conhecimento. De acordo com o resultado, será direcionado para a turma mais adequada.

Para aprender o máximo durante o intercambio, é recomendando que o estudante aproveite a oportunidade para conviver com pessoas que falem fluentemente o idioma. Quanto mais falar e praticar, maior será o aprendizado.



Veja Também:

Tabela Fonética do inglês

Intercâmbio com desconto

Canal no YouTube

Francês para viagem

Italiano para viagem

Inglês para viagem

Espanhol para viagem

Diárias em Orlando por U$ 39,29 por família

Quer trabalhar no Canadá? Veja as carreiras mais valorizadas

Empresas na Itália buscam profissionais fluentes em português

Québec (Canadá) busca brasileiros para trabalhar

Diárias em Orlando por U$ 39,29 por família em resort

hotel

Conheça nosso programa de Intercâmbio AQUI

O valor único para até quatro pessoas no quarto do resort do hotel parceiro ao lado da Disney e Sea World. Mais informações conosco. Veja imagens do resort em nosso site.


Conheça nossa parceria em Câmbio AQUI

Temos uma parceria com a rede de hotéis Westgate em Orlando. Diárias a partir de U$ 39,29. Studio para quatro pessoas. Valor por quarto e não por pessoa. Uma semana por US$199 entre outros, veja fotos. Ainda opções por US$ 99 (4 dias/3 noites) com o mesmo código. Unidades em Miami, Cocoa Beach, Las Vegas, Utah e vários outros; consulte-nos. Ingressos para os parques com desconto, independente de estadia no hotel. Vá para a Disney, Epcot Center, Sea World, Busch Gardens e Epcot Center se hospedando em um hotel resort de primeira linha pagando muito mais barato. Ótima localização em 10000 Turkey Lake Rd, Orlando, FL 32819 com Walmart bem ao lado! Entre em contato conosco para saber como poder usufruir desta excelente infraestrutura.

Conheça nossa promoção do Peixe Urbano e Groupon AQUI




Para mais estudos conheça nossos cursos: www.idiomafacil.com.br 

Veja Também:

Francês para viagem

Intercâmbio com desconto

Italiano para viagem

Inglês para viagem

Espanhol para viagem

Canal no YouTube

Quer trabalhar no Canadá? Veja as carreiras mais valorizadas

Empresas na Itália buscam profissionais fluentes em português

IBM e 3M estão contratando no mundo e no Brasil

Saber inglês aumenta o salário; pesquisa confirma

inglesblog2

A Catho realizou uma pesquisa salarial com mais de 13 mil pessoas de níveis hierárquicos diferentes, e constatou que saber falar inglês é um diferencial que eleva o valor do salário.

Para o cargo de coordenador, entre quem tem inglês básico e quem é fluente há a maior diferença registrada: 61%. Já para gerencia, diretoria e presidência, os números também são altos: 56%. Segundo a Catho, falar inglês aumenta em 56% o salário.

Baixe nossos e-books gratuitos AQUI



A tabela abaixo mostra o percentual de aumento para diferentes cargos:

Nível hierárquico % de ganho salarial com inglês fluente
Gerente/diretor/presidente 56%
Supervisor/coordenador/líder/encarregado 61%
Profissional especialista/graduado 32%
Analista 20%
Profissional especialista técnico 27%
Assistente/auxiliar 38%
Operacional 26%
Trainee/estagiário/aprendiz 40%
Conheça nosso canal no YouTube AQUI

A pesquisa registra também as médias salariais para os profissionais com nenhum conhecimento de inglês, inglês básico, domínio intermediário e avançado, como mostra a tabela abaixo.

Cargo Média salarial inglês avançado Média salarial inglês intermediário Média salarial inglês básico Média salarial para quem não tem nenhum conhecimento
Gerente/Diretor/Presidente 15.042,41 11.466,70 9.397,94 7.265,31
Supervisor/coordenador/líder/encarregado 7.377,52 6.182,04 4.541,06 3.724,46
Profissional especialista graduado 6.541,77 5.576,50 4.694,89 4.191,30
Analista 4.301,67 3.944,09 3.518,26 3.145,56
Profissional especialista técnico 3.699,43 3.222,99 3.008,58 2.669,77
Assistente/Auxiliar 2.198,40 1.824,93 1.636,74 1.500,07
Operacional 2.120,35 1.668,71 1.721,19 1.663,58



Pouco mais de 40% dos profissionais em nível de gerência, diretoria e presidência têm domínio avançado de inglês, segundo a pesquisa.

Um dos motivos que explicam o fato do impacto do inglês no salário de coordenadores ser maior é a pouca oferta dessa qualificação nos currículos desses profissionais. Conforme a tabela abaixo, apenas 24% dos entrevistados desses profissionais falam fluentemente inglês:

Nível hierárquico % de profissionais com inglês fluente ou avançado % de profissionais com inglês intermediário % de profissionais com inglês básico
Gerente/Diretor/Presidente 41% 29% 30%
Supervisor/coordenador/líder/encarregado 24% 29% 48%
Profissional Especialista/graduado 40% 32% 29%
Analista 28% 36% 36%
Profissional especialista técnico 12% 28% 60%
Assistente/Auxiliar 11% 23% 65%
Operacional 10% 15% 76%
Trainee/Estagiário/Aprendiz 34% 24% 42%
Conheça nosso programa de Intercâmbio AQUI




Veja Também:

Tabela Fonética do inglês

Intercâmbio com desconto

Francês para viagem

Italiano para viagem

Inglês para viagem

Espanhol para viagem

Alemão para viagem

Quer trabalhar no Canadá? Veja as carreiras mais valorizadas

Empresas na Itália buscam profissionais fluentes em português

Québec (Canadá) busca brasileiros para trabalhar

Dicas de estudo autodidata: é possível obter sucesso estudando sozinho?

taxa de aprendizagem 2

Estudar não é tarefa fácil, cumpri-la sozinho, sem o auxílio de um professor então, exige mais disciplina e dedicação ainda daquele que se empenha nessa missão. Aprender de forma independente e isolada, geralmente motiva pessoas curiosas e que não têm paciência de seguir um curso regular, ou ainda, aqueles que não encontram orientações que julguem adequadas ou suficientes.

Baixe nossos e-books gratuitos AQUI



  • Será que eu posso ser autodidata?

Na realidade, qualquer pessoa pode ser um autodidata, porém existem dificuldades a serem enfrentadas nessa forma de estudo. Um exemplo muito corriqueiro é a falta de estímulo e comprometimento, afinal, quando estamos fazendo algo sozinhos controlamos nosso tempo e se não tivermos disciplina, os estudos não avançam.

Nesse sentido, o ideal é fazer um cronograma com metas, assim, à medida que elas forem sendo alcançadas, é possível criar novas, progredindo sempre. Um exemplo é determinar quantos capítulos você vai ler em cada hora de estudo, facilitando assim a organização e planejamento.

  • Como começo meus estudos como um autodidata?

Talvez essa seja a maior dificuldade de quem quer começar a estudar de forma independente, pois quando se escolhe um assunto, a quantidade de matéria pode ser imensa, assim, o estudante tende a ficar perdido.

Uma boa opção é ter uma noção geral de todos os pontos que a matéria aborda e, se possível, elencá-los por meio de tópicos, assim, estes podem ser separados por níveis de dificuldade, e seguir o cronograma traçado pelo corajoso estudante.

  • Como deve ser o dia a dia de um autodidata?

É necessário estipular um horário fixo para estudar, já que o autodidata precisa ter muita disciplina para conseguir avançar efetivamente nos estudos os horários de alimentação, sono, entre outras atividades, deve ser sempre iguais, assim, evita-se que o corpo acostume e é um meio de fugir daquela preguiça tão comum quando estamos em casa.

Além disso, conheça seus limites. Não adianta passar horas lendo textos e livros sem compreender realmente o que está escrito ali. O recomendado é que sejam realizadas pausas de 10 minutos a cada hora, assim, o cérebro terá um aproveitamento melhor. Estima-se às 11 horas é o horário em que o cérebro melhor trabalha, por isso, aproveite essa hora para dedicar-se a temas e assuntos mais complexos.

Conheça nosso canal no YouTube AQUI



  • Quais materiais devo utilizar?

Apesar de hoje dispormos de toda facilidade da internet, é importante que o estudante não deixe os velhos livros de lado, tendo em vista que muitas informações e opiniões de autores experientes podem auxiliar significativamente na construção do conhecimento.

Além disso, frequentar uma biblioteca pode ser proveitoso, vez que se trata de um ambiente calmo e tranquilo, podendo aumentar sua concentração. A concentração, inclusive, é muito importante aos estudos, por isso, busque sempre lugares tranquilos, bem iluminados e silenciosos, isso ajudará nos estudos. Porém, à noite, cuidado com o excesso de luminosidade, ela pode acabar inibindo a produção do hormônio melatonina e ainda prejudicando seu sono, podendo causar até insônias, preste atenção!

  • Devo me auto avaliar?

Sim, certamente. Todo curso ou cronograma de estudo possui métodos de avaliação para que o aluno possa avançar. Com os estudos autodidatas isso também se verifica, mas o aluno precisa ter a destreza de buscar simulados e avaliações que possa fazer, ciente de que qualquer tipo de “cola” ou trapaça prejudicará única e exclusivamente a si mesmo.

  • Mas será que o estudo autodidata é eficiente?

Muitas instituições de ensino, entre elas Harvard e MIT, já reconheceram a eficácia dos estudos autodidatas, desde que realizados com empenho e comprometimento. Portanto, se você está pensando em voltar aos estudos, mãos à obra!


Um exercício prático importante e que ajuda a testar o aprendizado é ao fim dos estudos do dia, escrever por cinco minutos o que vier a cabeça do conteúdo estudado no dia, também podendo servir como um resumo para estudar.

Mas lembre-se sempre, todo mundo precisa de alguma diversão de vez em quando. Não exija muito de você mesmo e permita-se algumas flexibilizações, que não vão prejudicar em nada seu resultado final.

Conheça nosso programa de Intercâmbio AQUI


Veja Também:

Quanto o salário aumenta com inglês

Intercâmbio com desconto

Tabela Fonética do inglês

Fonética do Francês

Fonética do Alemão

Fonética do Italiano

Francês para viagem

Italiano para viagem

Inglês para viagem

Espanhol para viagem

Alemão para viagem

Quer trabalhar no Canadá? Veja as carreiras mais valorizadas

Empresas na Itália buscam profissionais fluentes em português

Québec (Canadá) busca brasileiros para trabalhar

Fonética de Inglês

inglês blog
Tabela da fonética do inglês

Você gosta de inglês e em alguns momentos fica em dúvida de como dizer certas palavras?



Conheça nosso programa de Intercâmbio AQUI

Para ouvir os sons vá para a página de fonética do site clicando aqui.

O alfabeto inglês tem as mesmas 26 letras do alfabeto latino. A língua inglesa é um pouco distante da língua portuguesa, com uma fonética bem específica. Em inglês não existem acentos nas palavras, alguns vocábulos/sons também não existem em português, sendo necessário praticar para aperfeiçoar a pronúncia.

Baixe nossos e-books gratuitos AQUI



Na tabela acima mostramos as principais junções da fonética inglesa.

Um jeito de memorizar a fonética é a repetição das palavras, que junto com a memorização são bases da aprendizagem do inglês. Você deve primeiro praticar a pronúncia, para depois avançar na aprendizagem da gramática e regras.

Veja uma playlist de diálogos no Youtube AQUI





Veja Também:

Quanto o salário aumenta com inglês

Intercâmbio com desconto

Inglês para viagem

Francês para viagem

Italiano para viagem

Espanhol para viagem

Alemão para viagem

Quer trabalhar no Canadá? Veja as carreiras mais valorizadas

12 passos para estudar no exterior

Québec (Canadá) busca brasileiros para trabalhar

Québec, Canadá, busca brasileiros para trabalhar

Canada-Flag

A agência de desenvolvimento econômico da província de Québec, no Canadá, está em busca de profissionais brasileiros para trabalhar em empresas situadas na região.

Os profissionais disputados pelas empresas são das áreas de Tecnologia da Informação (TI) e Usinagem.

Baixe nossos e-books gratuitos AQUI



A agência está realizando um recrutamento virtual na América Latina, focando no Brasil, Colômbia e México. É detalhado:

“O objetivo é selecionar, com agilidade e assertividade, trabalhadores qualificados para ocuparem cargos disponíveis na região, além de oferecer a possibilidade de vivência em uma localidade dinâmica e com uma das taxas de desemprego mais baixas do Canadá.”

Além de formação em TI ou na área de Usinagem, os profissionais precisam ter francês básico a avançado (dependendo do cargo), já que a língua oficial mais usada do Québec é o francês mas o inglês também é.

Conheça nossa parceria em Câmbio AQUI



O nível de conhecimento do idioma é estabelecido pelas empresas contratantes e varia entre intermediário e avançado para as vagas em TI. Já para a área de Usinagem, algumas empresas podem ser mais flexíveis e exigir, em alguns casos, apenas o francês básico.

Os interessados podem consultar todas as vagas disponíveis e se inscrever gratuitamente enviando o CV em francês pelo portal www.quebecnacabeca.com.



Caso seja contratado, o contrato permite obter uma autorização e um visto para trabalhar e viver na região. A empresa ajudará nos trâmites do processo junto ao governo local, também dará suporte para o candidato se estabelecer sozinho, ou junto com a família, na cidade.

Conheça nossa promoção do Peixe Urbano e Groupon AQUI

Inscrições

Os candidatos podem participar do processo de recrutamento até o dia 07 de agosto, ou próximo domingo no site www.quebecnacabeca.com, e todos os requisitos das vagas estão disponíveis também em português.

Os profissionais que forem selecionados por uma ou mais empresas serão convocados para uma entrevista por Skype, agendada entre os dias 29 de agosto e 2 de setembro. Boa sorte!

Conheça nosso programa de Intercâmbio AQUI



Veja Também:

Quanto o salário aumenta com inglês

Intercâmbio com desconto

Tabela Fonética do inglês

Fonética do Francês

Francês para viagem

Italiano para viagem

Inglês para viagem

Espanhol para viagem

Canal no YouTube

Quer trabalhar no Canadá? Veja as carreiras mais valorizadas

Empresas na Itália buscam profissionais fluentes em português

IBM e 3M estão contratando no mundo e no Brasil

Canal infantil no Youtube – Cantigas – Nursery Rhymes

Nursery

A criança deve ser sensibilizada para o mundo dos sons, pois, é pelo órgão da audição que ela possui o contato com os fenômenos sonoros e com o som. Quanto maior for a sensibilidade da criança para o som, mais ela descobrirá as suas qualidades. Portanto é muito importante exercitá-la desde muito pequena, pois esse treino irá desenvolver sua memória e atenção. Neste contexto introduzir um novo idioma neste processo fará com que relembre para o resto da vida.



A música é importante na aprendizagem, pois a criança desde pequena já ouve música, muitas vezes é cantada pela mãe, ao dormir, a famosa ‘cantiga de ninar.

Na aprendizagem a música é muito importante, pois o aluno convive com ela desde muito pequeno. Este efeito pode ser útil, mesmo com menos intensidade, na aprendizagem adulta.



A música quando bem trabalhada desenvolve o raciocínio, criatividade, dons e aptidões, então, deve-se aproveitá-la para o aprendizado de idiomas.

A música e a dança atuam no corpo e desperta emoções, neste sentido faz com que o aprendizado seja assimilado de forma divertida e leve.



A criança que consegue desenvolver pouco a pouco a apreciação sensorial, aprende a gostar ou não de determinados sons e passa a reproduzi-los e a criar novos desenvolvendo sua imaginação. A boa música harmoniza o ser humano, trazendo-o de volta a padrões mais saudáveis de pensamento, sentimento e ação.


 

Estamos com um novo canal no YouTube!

Um canal voltado para as crianças aprenderem outros idiomas por meio de cantigas famosas as Nursey Rhymes.

Os vídeos também podem ser usados por adultos para entendimento das palavras das músicas. Após escutá-las podem ir ao canal tradicional onde terão os vídeos legendados.

Conheça nosso programa de Intercâmbio AQUI

INSCREVA-SE: http://bit.ly/kidsidiomafacil
E-BOOK GRÁTIS AQUI: http://bit.ly/ganharumebook
FACEBOOK: http://www.facebook.com/idiomafacil.c…

 

Para aprendizado completo acesse: www.idiomafacil.com.br

 





Veja Também: 

Empresas na Itália buscam profissionais fluentes em português 

Intercâmbio com desconto

Quer trabalhar no Canadá? Veja as carreiras mais valorizadas

Italiano para viagem 

Inglês para viagem 

Espanhol para viagem

Alemão para viagem

Francês para viagem

Inglês para Enem

INGLÊS PARA VIAGEM

h
As férias são um período muito aguardado pela maioria das pessoas. Além de significar momentos de descontração e tranquilidade, pode ser uma ótima oportunidade para estabelecer contato com outras culturas, enriquecendo ainda mais o intelecto de cada um.

Baixe nossos e-books gratuitos AQUI

Geralmente, quando o destino das férias são outros países então, a ansiedade tende a aumentar ainda mais. Porém, uma questão que pode até virar uma preocupação é o idioma local, afinal, não há nada pior do que estar em um país estranho e sequer conseguir se comunicar.

Tratando-se do inglês, dependendo do país que você visite, é possível que você nem tenha problemas, vez que alguns estão cada vez mais acostumados a receber brasileiros e acabam se preparando com pessoas que falam português perfeitamente, é o que acontece com Orlando, Flórida, EUA, por exemplo.

Mas, apesar disso, você não vai querer contar com a sorte, não é mesmo? Por isso, separamos algumas coisas básicas que você precisa saber para viajar, nem que seja apenas para se virar em alguma emergência.

Conheça nosso programa de Intercâmbio AQUI

 

 

                  • Preços = saber o preço das coisas é fundamental, mesmo para evitar que as pessoas te enganem ou se aproveitem da sua condição de turista, por isso, nessas situações a frase perfeita a se dizer é: How much is it? (Quanto custa?). Também pode dizer: What’s the price of______? (Qual é o preço?). It’s expensive! (Está caro!). Is there / Do you have discount for it? ( Há / Você tem desconto para isso?) Is there / Do you have a cheaper one? ( Há / Você tem um mais barato?).
                  • Locomoção = se você depender de transporte público fora do país, seja trem ou ônibus, o ideal é pedir informações acerca do destino, evitando assim que você se perca num país estranho, e para piorar, que você sequer domina a língua local. Nesses casos o ideal é perguntar: Where does this bus/train go to? (Onde este ônibus/trem leva?). Which line takes to______? (Qual linha leva à ____?). Does this bus/subway stops close to ____ street? (Este ônibus/metrô para perto da rua _____?) Taxis também podem ser necessários, portanto, pergunte: Where can I get a taxi, please? E com o taxi pedindo para levar… Could you take me to _____ street / restaurant / museum? (Você poderia me levar para a rua / restaurante / museu ____ ? Atenção pois pode ter que dar gorjeta para os táxis em vários países.
                  • Banheiros = por mais precavido que você seja, vira e mexe é preciso ir ao banheiro fora de casa, e essa necessidade persiste quando estamos em outros países, seja porque ficamos muito tempo longe do hotel, seja porque ingerimos muito líquido e precisamos de um banheiro. Para esses casos, basta perguntar: Where is the restroom? (Onde é o banheiro?) Ou ainda, Can you show me where is the restroom, please? (Pode me mostrar onde é o banheiro, por favor?). Outra palavra usada é toilet. Em grandes cidades há banheiros públicos nos centros turísticos, mas as vezes é necessário pagar.
                    • Alimentação = talvez uma das horas em que o inglês seja mais necessário é no caso das refeições, afinal, sempre surge uma fome ou sede quando estamos passeando, correto? Então uma boa forma de pedir algo para comer é: Can you give me some …, please? (Pode me dar um pouco de ___ por favor?). Can I have the _____ please? (Posso ter o ____por favor?). Em caso de sede, Can you give / bring me some water please? (Pode me dar / trazer um pouco de água por favor?). Outras palavras importantes para beber são juice, coke, wine, bier
                    • Direções = para se informar acerca de localização, sobre a direção de algum ponto turístico por exemplo, você deve utilizar a expressão: How can I get to…? (Como posso ir para…?). Does this avenue leads to…? (Esta avenida leva à…?). Is the _____ close? (O _____ está perto?).

 

Conheça nossa parceria em Câmbio AQUI

Sempre carregue seu guia de viagem no bolso, com ele é possível obter algumas dicas valiosas para os momentos de maior urgência.   É evidente que, se você tiver tempo, tente praticar um pouco de inglês antes, ler sobre e ambientar-se com os usos e costumes do país que você visitará, assim, provavelmente você conseguirá reduzir seus problemas com a língua. Os estrangeiros primam muito pela educação. Por isso nunca deixe de usar please, excuse me, thanks, ou eles podem fechar a cara, te atender mal or else

Guias turísticos também podem ser ótimas opções, afinal, conhecem o local e ainda podem deixar-lhe mais seguro. Mas atenção, sempre que for contratar um guia, procure suas recomendações com antecedência, afinal, você colocará sua viagem em risco.

Have a nice trip!

Para mais estudos conheça nossos cursos: www.idiomafacil.com.br 







Veja Também:

Tabela Fonética do inglês

Intercâmbio com desconto

Francês para viagem

Italiano para viagem

Espanhol para viagem

Alemão para viagem

Canal no YouTube

Quer trabalhar no Canadá? Veja as carreiras mais valorizadas

Empresas na Itália buscam profissionais fluentes em português

IBM e 3M estão contratando no mundo e no Brasil

INGLÊS PARA ENEM: Como e o que estudar?

enem 2017

Há tempos a língua inglesa vem sendo muito importante para os estudantes brasileiros, tanto em provas de avaliação de ensino, como o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), quanto em vestibulares. Por tratar-se de matéria de dificuldade mediana, o inglês pode ser um belíssimo aliado dos estudantes, garantindo pontos valiosos na hora da classificação.

Baixe nossos e-books gratuitos AQUI
  • Como estudar inglês para o ENEM?

Em geral, as provas do ENEM não têm exigido que o candidato tenha estudado o conteúdo gramatical em sua integralidade, tendo em vista utilizarem-se de questões que envolvem temas da atualidade, onde os textos, em geral, são em inglês, enquanto as perguntas são em português. Assim, eminentemente avalia-se a compreensão do estudante, bem como o domínio da língua de forma geral, sem se prender a detalhes pequenos. O importante é que o candidato tenha extraído a ideia geral do texto que precede a questão, assim, é possível respondê-la.

  • O que estudar para o ENEM?

Como no ENEM praticamente todas as questões envolvem textos, é importante que o estudante leia bastante antes de realizar a prova.

Uma ótima opção é ler notícias em sites internacionais, tais como CNN, CBS, NBC, The New York Times, entre outros. Além disso, músicas podem ser também um incentivo, além de ser uma maneira leve de estudo, mas atenção ao excesso de gírias, palavrões e expressões de linguagem, elas podem atrapalhá-lo e ainda colocá-lo em situações constrangedoras.

Outra ótima dica é fazer provas anteriores, simulados do ENEM, assim é possível ter uma noção do que vem sendo cobrado, para seguir a linha de raciocínio da banca examinadora, além de ver questões que podem se repetir, ou não, estudando também as exceções.

Charges e poemas também costumam aparecer na prova, por isso, dê uma olhada em escritores e ilustradores que estão em alta, é provável que eles sejam alvo dos organizadores da prova.

Conheça nosso programa de Intercâmbio AQUI

Veja alguns exemplos de questões que já apareceram em provas do ENEM:

                      • ENEM 2012

J. K. Rowling to pen first novel for adults

Author J. K. Rowling has announced plans to publish her first novel for adults, which will be “very different” from the Harry Potter books she is famous for. The book will be published worldwide although no date or title has yet been released. “The freedom to explore new territory is a gift that Harry’s success has brought me,” Rowling said. All the Potter books were published by Bloomsbury, but Rowling has chosen a new publisher for her debut into adult fiction. “Although I’ve enjoyed writing it every bit as much, my next book will be very different to the Harry Potter series, which has been published so brilliantly by Bloomsbury and my other publishers around the world,” she said, in a statement. “I’m delighted to have a second publishing home in Little, Brown, and a publishing team that will be a great partner in this new phase of my writing life.” Disponível em: www.bbc.co.uk. Acesso em: 24 fev. 2012 (adaptado).  J. K. Rowling tornou-se famosa por seus livros sobre o bruxo Harry Potter e suas aventuras, adaptados para o cinema. Esse texto, que aborda a trajetória da escritora britânica, tem por objetivo informar que a famosa série Harry Potter será adaptada para o público adulto. divulgar a publicação do romance por J. K. Rowling inteiramente para adultos. promover a nova editora que irá publicar os próximos livros de J. K. Rowling. informar que a autora de Harry Potter agora pretende escrever para adultos. anunciar o novo livro da série Harry Potter publicado por editora diferente.

                      • ENEM 2014:

A Tall Order The sky isn’t the limit for an architect building the world’s first invisible skyscraper Charles Wee, one of the world’s leading high-rise architects, has a confession to make: he’s bored with skyscrapers. After designing more than 30, most of which punctuate the skylines of rapidly expanding Asian cities, he has struck upon a novel concept: the first invisible skyscraper. As the tallest structure in South Korea, his infinity Tower will loom over Seoul until somebody pushes a button and it completely disappears. When he entered a 2004 competition to design a landmark tower, the Korean-American architect rejected the notion of competing with Dubai, Toronto, and Shanghai to reach the summit of man-made summits. “I thought, let’s not jump into this stupid race to build another ‘tallest’ tower,” he says in a phone conversation. “Let’s take an opposite approach — let’s make an anti-tower.” The result will be a 150-story building that fades from view at the flick of a switch. The tower will effectively function as an enormous television screen, being able to project an exact replica of whatever is happening behind it onto its façade. To the human eye, the building will appear to have melted away. It will be the most extraordinary achievement of Wee’s stellar architectural career. After graduating from UCLA, he worked under Anthony Lumsden, a prolific Californian architect who helped devise the modern technique of wrapping buildings inside smooth glass skins.” HINES, N. Disponível em: http://mag.newsweek.com. Acesso em: 13 out. 2013 (adaptado). No título e no subtítulo desse texto, as expressões A Tall Order e The sky isn’t the limit são usadas para apresentar uma matéria cujo tema é:

                      1. Inovações tecnológicas usadas para a construção de um novo arranha-céu em Seul.
                      2.  Confissões de um arquiteto que busca se destacar na construção de arranha-céus.
                      3. Técnicas a serem estabelecidas para a construção de edifícios altos na Califórnia.
                      4. Competição entre arquitetos para a construção do edifício mais alto do mundo.
                      5. Construção de altas torres de apartamentos nas grandes metrópoles da Ásia.

RESPOSTA CORRETA: Alternativa 1 Portanto, se o seu foco de estudos é o ENEM, prepare-se com muita leitura, aproveitando todos os momentos que você tiver. Sempre que possível, faça de seus estudos algo leve e prazeroso, assim, mesmo a memorização de palavras e regras gramaticais tende a ser mais tranquila.

Conheça nosso canal no YouTube AQUI
 Conheça nossos cursos, com aulas grátis: www.idiomafacil.com.br


Veja Também:

Francês para viagem

Intercâmbio com desconto

Italiano para viagem

Inglês para viagem

Espanhol para viagem

Alemão para viagem

Quer trabalhar no Canadá? Veja as carreiras mais valorizadas

Empresas na Itália buscam profissionais fluentes em português

IBM e 3M estão contratando no mundo e no Brasil